domingo, 23 de novembro de 2014

As Novas Arenas da cidade - 1 parte

Nessa última semana, a Arena Corinthians voltou para o foco da mídia, tudo devido a inauguração da Arena Allianz Parque. estadio do Palmeiras. 

Houve a comparação das dua arenas, coisa que eu particularmente não gosto de fazer, pois acredito que cada equipamento esportivo é único e se faz devido as necessidades e possibilidades de cada clube. Mas como sempre, muita bobagem foi falada, e principalmente, o que acabo saindo com frequência, é o trabalho de "desinformação" que a imprensa esportiva faz continuamente. 

Como disse a cima, cada projeto aprovado pelos clubes, vai de encontro as suas necessidades e possibilidades, tanto financeiras e físicas (terreno), e as oportunidades que acabam aparecendo para viabilizar um projeto de modernização dos estádios de futebol no Brasil. Ninguém sai vencedor ou perder nessa modernização dos palcos do futebol, mas todos que se envolve no esporte indiretamente ou diretamente se beneficia de um bom estádio.

Agora, o que vimos de comparações é um trabalho de desqualificar de uma arena pela outra, e claro, sempre a que será desqualificada é a do Corinthians, faz um bom trabalho, sempre será questionado ou desqualificado, independentemente do que seja, de uma vitória em um jogo, uma conquista invicta em um campeonato, em uma contratação, ou numa construção de um equipamento da magnitude de uma estádio.

 A Arena palmeirense tem um projeto arquitetônico bonito, posso até dizer que possui uma arquitetura nos padrões ortodoxos, de formato visual "clássico" para os olhares brasileiros. A Arena Corinthians tem seu projeto arquitetônico diferente, com uma pegada mais de vangarda, um formato nada ortodoxo no que se diz para um estádio de futebol, e talvez por isso, causa uma certa e compreensiva estranheza dos brasileiros. 

Ora, porque não é comum na arquitetura das cidades brasileiras, prédios ousados e de formatos que fogem do padrão. Já em países dos Emirados Árabes, em Cingapura e em algumas cidades da Europa, arquitetos fogem de formato padrão da atual arquitetura, e construi identidade para cidades, companhias ou eventos. Veja o autodramo de Abu Dabi, o estadio de Cingapura, a arquitetura dos predios de Dubai.

A Arena Palmeiras, foi uma obra idealizada e realizada por uma construtora, e o estadio foi projetado para ser uma arena multiuso, onde alem do futebol, o seu principal objetivo é ser uma arena de shows. E será sem dúvida nenhum, a melhor arena de shows do Brasil.

O formato da Arena foi idealizado para esse fim, a preocupação é vista desde o formato que a arena possui, o espaço criado para a localização do palco, a tecnica de fechamento da area para shows menores, e a preocupação com a acústica. E essa uma das coisa que foi muito falada na semana. E divulgada de forma errada.

A construtora, não fechou o estádio e estudo forma de obter uma boa acústica para a torcida criar um caldeirão, mas tiveram que pensar uma forma, para evitar que o som que será gerado dentro da arena, não vazasse de forma a incomodar os vizinhos, que são muito próximos ao estadio e principalmente, que tivesse uma boa acústica para eventos de música, claro que com isso a torcida em jogos de futebol se beneficiaria. Mas reforço, inicialmente a intensão da acústica, é para shows, o futebol ganha com isso também e não o contrário. 

Tanto foi pensado para shows que o estádio já possui área destinada a camarins, e as declarações do Major da PM e do presidente do Palmeiras na partida de inauguração do estadio, no jogo valido pelo campeonato brasileiro, faz dessa minha afirmação uma força.

O Major 2ª Batalha da Tropa de Choque, não polpou criticas sobre a entrada dos ônibus das delegações no estadio, projetado para ser na rua Turiassu, local classico de concentração da torcida palmeiranse, houve mudança de planos na última hora. 

"Olha, o estádio é muito bonito, maravilhoso, mas quem projetou isso aqui não conhece a torcida que tem. A gente teve que improvisar agora e a entrada do ônibus do Palmeiras vai ser pela Rua Padre Antônio Tomaz, não pela Turiassu”, disse Gonzaga para o site Terra.

 “Como vai entrar um ônibus de um Corinthians ou um São Paulo aqui? Não dá, não tem condições”, complementou a critica o Major Gonzaga visivelmente nervoso.

A arena que foi construída em cima de desentendimento do contrato entre o Palmeiras e a construtora, parece que foi projetada sem uma sintonia fina entre as duas partes, logo a construtora fez da forma que quis o estádio. 

O presidente do Palmeiras, em entrevista realizada no mesmo dia, complementou a minha tese:

"A operação é do Palmeiras. O pessoal da Wtorre está trabalhando em conjunto conosco até para aprender como funciona o futebol no Brasil. É diferente de um show. As exigências da polícia são completamente diferentes. Eles estão trabalhando conosco até para aprender a fazer futebol no Brasil", disse o mandatário para a reportagem.

A Arena Corinthians foi projetada para ser um estádio de futebol, por isso a preocupação com o gramado, a tecnologia inedita no mundo de resfriamento e o único a utilizar grama de inverno em todo o Brasil. Isso porque não é o objetivo do Corinthians em ter mega shows dentro do gramado da Arena, os eventos poderão acontecer, mas dentro do predio Oeste do estádio, shows menores, e especialmente evento corporativos. Ou seja, a arena é de futebol, planejada para futebol, com pequenos espaços para eventos pontuais.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Arena Padrão Corinthians

A Copa do Mundo acabou, Alemanha merecidamente campeã, e o maior acerto do país sede, sem dúvida, foi a festa que o povo brasileiro fez ao receber os turistas de todo mundo.
O bairro de Itaquera, ao contrario de muito preconceituosos da cidade de São Paulo, foi elogiado por turista internacionais e nacionais e imprensa de todo mundo, o bairro estava acolhedor, com bares, mobilidade urbana, iluminação, segurança e muita alegria e principalmente a Arena Corinthians, que recebeu jogos com confrontos importantes e que agradou a jogadores e torcedores presentes.

                                           Arena na abertura da Copa "Padrão Fifa"

Hoje o Corinthians e a construtora estão em pleno andamento da implantação na Arena "padrão Corinthians", ou seja, deixar o estádio com a arquitetura planejada inicialmente para atender as necessidades do Corinthians e não mais do evento Copa do Mundo Fifa.

Do fim da Copa, até o inicio do mês de novembro, foi retirado por completo as arquibancadas provisórias que se localizaram no lado norte e sul da Arena durante o mundial. Isso foi a mudança mais visível para o torcedor e para imprensa. Mas muito ainda está sendo feito, e algumas coisas não são notadas, como reformulação de  espaços que foram usados pela Fifa como area VIP e hospitalidade.

                                                       Projeto Arena "Padrão Corinthians"

 As Mudanças

Ainda será  instalados escudos do Corinthians nas fachadas laterais do prédio Oeste (dos lados Sul e Norte) e atrás da fachada principal do Oeste, centralizado atrás do vidro curvo.

Nos arcos da cobertura dos setores Norte e Sul está finalizando a colocação de lonas de revestimento para que a estrutura metálica inferior não fique aparente. Ainda na cobertura, serão instalados até o fim do ano os vidros nos setores Leste e Oeste.

Entre os setores destinados à torcida do Corinthians, já foram colocados divisórias de vidro (e não mais metálicas). A divisória do setor visitante é de policarbonato (também transparente), o que possibilitará o aumento ou a diminuição do espaço de acordo com a demanda do adversário.

No Leste Inferior, cadeiras que tinham sido retiradas para a criação de áreas de hospitalidade durante a Copa foram recolocadas, deixando todos os blocos do setor de forma uniforme. Ainda serão construídos mais quatro banheiros no setor Leste. O Oeste ganhará oito áreas vip, incluindo a área business. No nível 4, ficará a maior área vip do estádio, com 2.000 m², dividida em dois andares. Ainda no mesmo nível, serão construídos um restaurante e um bar. As outras áreas vip serão divididas entre os níveis 5, 6 e 7.
Cadeiras foram instaladas no setor Oeste Superior, que havia sido utilizada como área de imprensa durante a Copa. No nível 6, serão construídos dois Centros de Convenções, um em cada ponta, noroeste e sudoeste.Todo o mobiliário dos camarotes foram trocado, permitindo que os torcedores se sintam à vontade em cada espaço.

No hall de entrada do setor Oeste, serão montados 200 metros de estantes onde ficarão expostos troféus do Corinthians. Os estacionamentos estão sendo finalizados. Haverá dois níveis internos, além de dois externos, um em frente ao Leste e outro ao Oeste, um deles foi liberado para uso.

O setor de imprensa também está passando por mudanças. Áreas para cabines de rádio, TV e pontos para trabalho da mídia escritas estão sendo finalizadas.

Na parte externa da Arena, pontos de iluminação serão construídos em todos os acessos ao estádio.

No estacionamento principal, no Oeste, haverá uma área de 30 mil pessoas e outra para 5 mil disponíveis para eventos/shows. No estacionamento do leste, existirá um espaço semelhante, com capacidade para 10 mil. 



Entorno e paisagismo 
Também já foi iniciado o paisagismo externo entorno de toda a Arena. Foi contratado a empresa norte-americana SWA, junto com o renomado arquiteto John Loomis para desenhar o lado de fora do estádio.

Árvores já estão sendo plantadas, e como a Arena Corinthians tem grandes vãos livres nas laterais, o desafio era evitar que os faróis dos carros que passa nas avenidas, incomodassem o público durante os jogos, assim será feito um bloqueio com árvores e um jardim, um pavimento externo e jardinagem, além de um espelho d'água que ajuda a formar uma nuvem de água que pode mudar de cor.

Outro detalhe é o piso com desenho em listras em pedra de granito, com frisos que ajudam a drenar a água da chuva. Será implementado a iluminação especial da fachada do prédio Oeste, que foi projetada pela empresa T.Kondos, dos Estados Unidos.

Assim que tudo estiver finalizado, dois telões em cima de cada arquibancada serão instalados juntos as novas varandas do quinto andar. Os telões serão de formato de Full HD.

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Teve Copa. E a melhor Copa de todos os tempos

A Copa do Mundo 2014 foi um sucesso de publico e critica, principalmente da imprensa internacional e sendo assim a imprensa brasileira teve que seder e também elogiar a boa Copa que o Brasil realizou.

Para os estrangeiros, nós ganhamos a Copa, pelo menos na realização daquela que muito dizem que foi a melhor Copa de todas até agora.

A paranoia gerada pela imprensa brasileira durante todo o processo de preparação, acabou assustando a população brasileira e todo o mundo. É verdade que a forma mal planejada e incompetente que nosso governo fez essa preparação para o mundial, deixava um ar de dúvida, mas o que os meios de comunicação do país fez, sendo mensageiros do caos, preocupou a mídia internacional.

Depois do primeiro, na Arena Corinthians, e quando a imprensa estrangeira chegou, teve o seguinte questionamento: "Era para tanto?, perguntou o jornal espanhol El Pais. Houve problemas, mas longe das manchetes de antes iniciar o evento. Quase todas as avaliações foram positivas. Publicações como o britânico Guardian e a emissora estatal BBC consideraram a Copa a melhor de todos os tempos.

Aprendemos que o Brasil pode sim realizar um evento como a Copa d Mundo, e a imprensa também aprendeu que o melhor e relatar os acontecimento e deixar a avaliações e opiniões para depois.

terça-feira, 1 de julho de 2014

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Rede Globo monta estúdio de vidro em Itaquera com Arena Corinthians ao fundo

Durante esse periodo de Copa, a Rede Globo montou um estúdio com o cenario de vidro para mostrar ao fundo a Arena Corinthians. O jornalismo da TV Globo São Paulo e também o Jornal Hoje, faram transmissões ao vivo direto da zona leste. confira: